Fotos


"A arte é  um feriado para a mente."
Pasang Tsering 
 artesão que se dedica a técnicas ancestrais 
de tecelagem típicas do Himalaia

  Vocês poderão ver fotos dos grupos e dos trabalhos realizados durante os encontros. Agradeço a generosidade das minhas queridas amigas que permitiram que suas expressões de alma fossem retratadas aqui.

Ciclo: Correndo com Lobos 2016/17

Março de 2017
Capítulo 8 - Os Sapatinhos Vermelhos
Todas concentradas em  nosso momento de expressão com arte.


Neste capítulo cujo elemento é o fogo, que pode nutrir ou destruir, fizemos uma experiência com este elemento através da vivência da pintura com giz de cera derretido na vela. Todas puderam expressar suas imagens interiores de forma lúdica e divertida.

Alessandra


Amanda


Carla


Cilene


Cristiane


Fabiana Barreira


Fabiana Moneda


Fátima


Maria Goretti


Iara


Juliana



Lili


Luciana Bueno


Luciana Mota


Raphaela


Regina


Rosana


Selma


Simone


Sirlei


Novembro de 2016
Capítulo 7 - O Corpo Jubiloso


Neste encontro especial trabalhamos com a Escrita Poética para registrar as impressões das vivências. Veja abaixo quanta beleza:




Na chegada tensão e agitação
No acolhimento conforto e alívio

Na expressão do olhar e sorriso
Perna, seio, cabelo

Há cuidado, carinho, atenção
Há também solidão

Na troca recebo, compartilho
Suave, intenso, prazeroso

Expressão, liberdade e permissão.
Cristiane Machado


"Chego acelerada
Percebo a conexão
No encontro o carinho
Harmonia e doação
Prazer em enraizar
E resgatar a alegria"

"Fragmentos
Sonhos
coração..."
Fatima


Iara


Feliz
Dissolvi meus contornos
Meus olhos
Meu sorriso
Meu corpo
Prazer no amor
Alegria e aconchego
Estou no meu corpo
Lili Yshay


Leveza e aconchego eu recebo
Alegria e amor voltam em doação
Olhos, seios, coração num só pulsar
Para um mundo que eu quero abraçar, compartilhar,
Numa expansão de corpos e energias!
PURO ÊXTASE!
Maria Goretti




Ciranda
Sol
Corpo
Saia
Roda
Terra
Gira
Flores
Irradia
O milagre
Raphaela


"Tensa acordar
Cuidado afeto
Calma leveza
Fluido vôo
Nascer inteira"
Regina


"Corpo rígido
Corpo em expansão
Corpo em Liberdade
Cintura
Cabelos
Braços
Acolhimento terno
Serenidade plena
Pertencimento ao todo."
Simone


Outubro de 2016
Capítulo 6 - O Patinho Feio
Neste encontro a vivência com arte foi desenhar e pintar uma mandala que representasse sua trajetória, sua vida e depois acrescentar brilho a ela. E fazer isso de forma lúdica e divertida.

Alessandra


Amanda


Carla

Cilene

Cristiane

Fabiana Barreira

Fabiana Moneda


Fatima


Iara


Juliana


Lili



Luciana Mota


Maria Goretti


Raphaela



Regina



Rosana



Roberta



Selma



Simone


Sirlei


Setembro de 2016
Capítulo 5 - A Mulher Esqueleto
Neste encontro as vivências corporais foram intensas e ocuparam bastante tempo, trabalhei com o canto sagrado do despertar feminino e não foi feito registro.

Agosto de 2016
Capítulo 4 - Manawee
 Nosso Grupo no Momento de Arte


Neste encontro utilizamos a técnica da gravura para expressão das imagens interiores.

Esta técnica permite muitas analogias com o tema do capítulo, a forma como nos relacionamos conosco e com o mundo: a força no sulcar que pode rasgar a placa, a intensidade da aplicação do rolo que se for muito forte pode borrar tudo e se for muito fraca não aparecer...o tempo de contato entre a placa e o papel que muda totalmente o resultado. E tantos outros aspectos que discutimos durante a vivência.

Perceber que a imagem impressa é diferente do que imaginamos, aceitar e alegrar-se com o que se é capaz de fazer e perceber que todas podemos produzir beleza.

Seguem abaixo as fotos dos lindos trabalhos de nosso grupo, em ordem alfabética:

Alessandra



Amanda



Carla



Cilene



Cristiane


Fabiana Barreira



Fabiana Moneda


Fátima



Iara


Juliana



Lili



Luciana Bueno



Luciana Mota



Maria Goretti


Raphaela



Regina



Roberta



Selma



Simone



Sirlei


Maio de 2016
Capítulo 2 - O Barba Azul
O tema de trabalho neste capítulo é Separar Para Reunir e utilizamos a técnica do mosaico em papel para dar vazão às imagens e sentimentos que surgiram com o Trabalho Corporal e a discussão teórica na Roda de Conversas.

Alessandra

Cilene


Fabiana Barreira


Fátima


Lili


Luciana Mota


Maria Goretti


Raphaela



Regina


Rosana



Selma


Simone



Sirlei



Ciclo: A Senhora dos Dez Mil Nomes

Outubro de 2015
Kuan Yin
Descobrindo a Imensidão do Espaço Interior
Neste encontro realizamos o Mudra da Receptividade, uma prática meditativa linda, que envolve visualização e conexão do segundo e quarto chakra. E como o tema foi a amplitude e a liberdade, a expressão foi feita com livre escolha dos diversos materiais oferecidos. Veja que lindas imagens!

Carla


Lili


Luciana


Maureen

Paula



Priscila


Raphaela


Setembro de 2015
Durga - O Poder Sereno

Depois da Bênção das Flores, um encontro com a beleza da nossa natureza feminina que se expressa através da sensualidade e sexualidade expressamos nossas imagens interiores através da pintura com lápis de cor.

Ana Maria


Carla


Daniela


Lili


Luciana

Maureen


Paula


Priscila


 Raphaela

Agosto de 2015
Ísis - A Grande Mãe
Estamos com um grupo muito unido e alegre!

Estão faltando a Dani e a Lu que não puderam vir neste encontro.

Este encontro dedicado à Grande Mãe Ísis foi fértil como as margens do rio Nilo, uma troca riquíssima, seguida de uma meditação guiada onde cada uma pôde encontrar a sua Ísis interna e expressar esse encontro através de um desenho.

Ana 

Carla


Lili


Maureen


Paula


Priscila


Raphaela



Ciclo Travessia Para Avalon
Junho de 2015
Quarto Encontro - O Reverdecimento do Ermo
Fechamento do Módulo.

Neste encontro de fechamento, fiz um painel especial com uma retrospectiva dos encontros deste Ciclo:
No centro estão as fotos de Glastonbury e dos momentos das vivências. Ao lado as frases mais marcantes de cada um dos encontros. Veja abaixo nos detalhes:

As fotos do Monte do Thor em Glastonbury, onde ficava a mítica ilha de Avalon.

Aqui as fotos do Jardim do Poço do Cálice em Glastonbury.


No centro o momento da vivência da Pintura Rupestre do segundo encontro, e ao redor alguns dos trabalhos.


E neste painel, no centro o momento da vivência da pintura com giz de cera na chama da vela e ao redor os trabalhos realizados no terceiro encontro.

Foram momentos inesquecíveis, que guardaremos como um tesouro em nossos corações. Finalizamos com uma vivência de movimento expressivo e dança. Não registramos imagens para não perder a espontaneidade do momento.


Maio de 2015
Terceiro Encontro - A Mulher no Coração das Mulheres
Trabalhamos a lenda do Graal, tendo o cálice como símbolo do coração e da verdade. O coração pertence ao elemento fogo dentro da Medicina Chinesa, então fizemos a expressão de nossas imagens interiores através da pintura com giz de cera aquecido na vela.


Lili


Katia



Maureen



Daniela


Débora


Ana


Luciana



Priscila



Paula



Carla



Raphaela


Abril de 2015
Segundo Encontro: O Corpo da Deusa
Neste encontro trabalhamos a pelve e expressamos as imagens interiores através da técnica da pintura rupestre, utilizamos papel craft e as tintas nas 4 cores derivadas dos pigmentos da terra e minerais e pintamos com as mãos.

Veja alguns dos trabalhos (em ordem alfabética):

Carla



Daniela



Débora



Kátia



Lili



Luciana



Maureen



Raphaela


Março de 2015
Primeiro Encontro: O Mito de Avalon

Neste encontro a tarefa era criar uma capa especial para o Diário de Bordo, o caderno que nos acompanhará durante todo este ciclo, onde anotaremos os encontros, os sonhos, insights e sincronicidades, e onde colocaremos nossos desenhos, fotos e colagens.
Em breve postarei as fotos dos cadernos do grupo.


Junho de 2014
Ciclo Mulheres que Correm com os Lobos
Capítulo 14 - A Selva Subterrânea 
Encerramento do Ciclo
Fechamos lindamente este ciclo, saímos transformadas.
 Somos lobas e formamos uma grande matilha.



Março/Abril e Maio de 2014
Ciclo Mulheres que Correm com os Lobos
Capítulos 11 - O Cio e 12 - O Urso da Meia Lua


Nestes encontros trabalhamos com Dança e Movimento Autêntico, portanto não foram feitos registros para permitir a liberdade de expressão das participantes. Foram vivências belas e profundas.



Fevereiro do 2014
Ciclo Mulheres que Correm com os Lobos
Capítulo 10 - O Resgate da Vida Criativa
Neste encontro, que foi muito intenso, registramos as imagens interiores que surgiram após a vivência da Bênção dos Chakras através de desenho livre. 

Surgiram expressões fortes e ao mesmo tempo delicadas dos processos de alma de cada uma, a maioria teve uma experiência de conexão com o sagrado, o que se refletiu nas imagens de luz e energia presentes nos desenhos.

Aqui, os desenhos das amigas que permitiram a publicação.


Alessandra


Dani

Eliz

Heloisa

Lili

Lisa

Priscila

Rosangela


Rosaria

Thalita

Vanessa Maichin


Novembro de 2013
Ciclo Mulheres que Correm com os Lobos
Capítulo 9 - Pele de Foca, Pele de Alma

Neste mês, como o capítulo pedia o silêncio das águas profundas onde mora a Mulher Foca, novamente utilizamos a técnica do movimento autêntico. 
Desta vez, aprofundamos o nosso contato com esta experiência e realizamos a escrita poética que resultou em textos belíssimos que em breve serão postados aqui.

Por enquanto deixo estas lindas imagens, sensações e sentimentos em forma de palavras, que foram expressas por cada uma no final da experiência:

“Água, benzida e purificada.
Autonomia, Confiança, Esperança e Liberdade.
Lágrima.”

“Vi luz
Eu mereço
Eu me entrego.”

“Grama verde
Criança Grata
Respirei a Terra
Renasci.”

“Minhas Asas Estão Começando a Crescer.”

“Ondas do Mar Azul
Leveza.”

“Posibilidade Sem Limites
Limitada pelo Medo.”

“Respirar
Sentir
Fluir
Profundo Amor.”

“Senti a Pele Como Raízes.”

"Ondas do Mar
Água da Vida 
em Mim.”

“Não Aceitação do Meu Corpo.
Ansiedade.”

“Relaxamento Profundo
Útero da Mãe.”

“Criança Embalada
Com o Toque do Corpo
Era Preciso.”

“Desligando,
me entreguei,
me dei aconchego.”

“Terra, 
entrando na Terra,
Silêncio,
Ciclo,
Semente.”

“Medo
Confusão
Humildade
Reverência
Alívio:
Eu Sou."


Outubro de 2013
Ciclo Mulheres que Correm com os Lobos
Capítulo 8  - Os Sapatinhos Vermelhos


imagens de grupos de movimento autêntico ao redor do mundo 

Conforme vimos na Roda de Conversas,  o único antídoto possível para a dança frenética provocada pelos sapatinhos vermelhos é o estado de presença. E uma das formas de encontrarmos este estado é através do Movimento Autêntico. 
À partir das experiências que tivemos neste primeiro contato com a técnica, realizamos uma vivência de escrita poética que resultaram nas maravilhas que vocês podem ler abaixo.
Imagem Google


“Do aprisionamento à libertação” 
Soltar-se...Deixar ser... Fluir...  
Encontros e desencontros...
Convidar o outro ao movimento...
Facilitar o outro ao movimento...
Respeitar o não movimento do outro...
É difícil!
Insistir pode virar uma obsessão...
Respeite o outro e siga o seu próprio rumo e seu movimento...
O outro pode se movimentar e se libertar...
Mas pode não se libertar e não se movimentar...
E se isso acontecer não se aprisione pelo outro...
Seja a mudança que deseja a si e ao mundo, 
não espere isso do outro!
Vanessa Maichin


"Poupourri dos Sapatinhos Vermelhos"
Escutei o amor
Senti o balanço das minhas estruturas.
Vi um Sol dentro de mim
experimentar-se.
Plantei a vida
Em Si encontrou o Todo
A busca pela mãe de si mesma
Delicadeza
Entrega
Paz
Amor
Receber e Dar
Respirar
Libertar-se da mente
Estado de Graça."
Vanessa Merjane


"Paz e entrega.
Envolvimento com a vida 
a partir da terra molhada e da luz.
Render-se, sugar-se,
banhar-se no úmido barro,
ser mulher."
Thalita


 "Precisei de contato,
profunda busca, sem medo,
total confiança.
Confiar com Deus, estado de graça.
tudo pode recomeçar!"
Rosaria


“Calor...
Respiração...
Ar...
Vida!
Entregar-se para o movimento, para o fluxo;
Travas sim, julgamentos talvez! Dor... hum, ok! 
Faz parte...
Transcenda, confie, ame!”
Priscila

"Na estação do ser
Me percebo no outro, juntos
Me encontro no ventre
Renascendo da troca
Na liberdade do amor verdadeiro."
Lisa

" A emoção de sentir o Eu dentro do Nós."
Lili


"Se recolher,
Se acolher,
Se aceitar
Para então
Se descobrir e
Se revelar. "
Liat

"Reunião harmoniosa entre as participantes
cada uma com sua característica pessoal.
Tornando-nos uma única pessoa no final."
Heloisa

"Quem precisa de sapatinhos vermelhos
quando descobre as próprias asas? "
Daniela

"O retorno à primavera do Ser só é possível
pelo caminho do amor."
Cristiane

"Força de sentir a dor compartilhada
Mas depois da entrega, surge serenidade.
Seca, chuva, recolhimento e flor;
A vida -  processo natural."
Carolina

"A flor branca nasce da terra vemelha, morna e acolhedora.
Reluz ao sol, irradia."
Beth



Setembro de 2013
Ciclo Mulheres que Correm com os Lobos
Sétimo Capítulo - O Corpo Jubiloso

O Grupo trabalhando...

A tarefa básica deste encontro era tornar o corpo vivo; portanto, depois das vivências corporais realizamos uma prática de sensibilização e mobilização de imagens interiores que se concretizaram através da Modelagem em Argila. 
Lembramos que nas mãos está o corpo inteiro e que a argila é um material vivo, que interage com o corpo e a alma de quem o molda.
Veja abaixo as lindas expressões de alma de nossas amigas. Cada peça tem uma história de sentimentos e memórias, mas não poderemos compartilhar esses detalhes aqui, então fiquemos com as imagens...

Em ordem alfabética.

Ana Maria



Angela



Cissa



Grinis



Heloisa



Liat



Lili



Lisa


Luciana


Malu


Priscila


Rosangela


Rosaria


Thalita


Vanessa


Agosto de 2013
Ciclo Mulheres que Correm com os Lobos
Sexto Capítulo - O Patinho Feio




A grande tarefa do patinho feio era encontrar sua família de alma. Então, neste encontro, depois da vivência corporal onde cada uma descobriu seu cisne, realizamos na vivência com arte uma Dança Circular simbolizando o encontro e a comunhão do grupo. Não foram feitos registros para não perdermos a espontaneidade do momento.


Junho de 2013
Ciclo Mulheres que Correm com os Lobos
Quinto Capítulo - A Mulher Esqueleto

Este lindo conto de amor do povo inuit nos fala de cuidar dos aspectos não belos de nosso ser, de respeitar os ciclos da vida, de encarar o amor como ato de coragem, como uma jornada. Da importância dos ritmos na vida, do pulsar do coração.
Portanto realizamos nossa vivência com arte através do movimento expressivo e da dança.
Não foram feitos registros de imagens para não perder a espontaneidade do momento.



Maio de 2013
Ciclo Mulheres que Correm com os Lobos
Quarto Capítulo - Manawee

Este conto africano lúdico e divertido fala do encontro com o outro (dentro e fora de nós), da importância da integração de nossa vida instintiva para alcançarmos a plenitude nos relacionamentos e na vida.
Portanto, todas as vivências corporais foram realizadas em duplas e as artísticas também.
Escolhemos a técnica do diálogo sem palavras utilizando tinta dimensional, cada dupla construiu seu poema visual livremente.
Veja o caráter alegre e descontraído das "conversas".

Carol e Eliz


Grinis e Rosária


Beth e Malu


Cilene e Lili


Luciana e Rosangela


Paula e Vanessa


Angela e Heloisa


Alessandra e Daniela


Liat e Vanessa

Lisa e Cris



Abril de 2013
Ciclo Mulheres que Correm com os Lobos
Terceiro Capítulo - Vasalisa, a Sabida


O grupo cresceu...


Neste maravilhoso conto que trata da iniciação de uma menina nos mistérios do feminino através do resgate da intuição, todas as aventuras giram em torno da busca do fogo.
Como nossas amigas haviam gostado muito desta vivência, repetimos a experiência de usar o giz de cera na chama da vela. 
Assim pudemos experimentar como é delicado manter o fogo e respeitar o seu tempo para podermos realizar a pintura expressando nossas imagens interiores.
Além disso esta técnica tem um caráter muito lúdico, que relaxa e diverte.

Vejam que belas expressões de alma:
Ana Maria


Angela


Beth


Cecília


Cilene


Daniela



Grinis


Heloisa


Karina


Lili


Lisa


Maureen


Paula


 Rosaria


Vanessa


Março de 2013
Ciclo Mulheres que Correm com os Lobos
Segundo Capítulo - O Barba Azul

Neste mês, o tema principal do conto foi "Separar para Reunir". Então  escolhi a técnica do mosaico em papel para o momento de arte. 
Algumas começaram cortando pedaços regulares com a tesoura, mas depois foram se soltando e passaram a rasgar os papéis com as mãos de forma aleatória. 
Rasgar papéis com as mãos é terapêutico: não apenas porque acalma, mas também por dar uma grande sensação de liberdade. 
Os mosaicos foram criados para dar livre expressão aos sentimentos e imagens interiores surgidos à partir das conversas e do trabalho corporal.

Vejam que delícia que foi esse nosso momento.







O Resultado foi lindo!






Alessandra


Ana


Angela


Bruna


Daniela


Eliz


Heloisa


Lisa


Luciana


Maureen


Paula


Rosangela


Rosaria


Fevereiro de 2013
Ciclo Mulheres que Correm com os Lobos
Primeiro Capítulo - La Loba, a Guardiã dos Ossos


    Neste encontro fizemos nossa vivência artísitica com Dança. Ouvimos o chamado da Guardiã reunindo os ossos, e cada uma se moveu em sintonia com suas imagens interiores e seus sentimentos. Depois  dançamos em duplas e com todo o grupo.

  Não foram feitas imagens para não perdermos a espontaneidade do momento. Só posso dizer que foi tocante, inesquecível.


Dezembro de 2012
Ciclo Eros-Psiquê - Quarta Tarefa

Nossa vivência artística foi feita com colagem de diversos elementos e muito brilho para lembrar a Apoteose de Psique. O resultado foi muito interessante! A criatividade humana não tem limites.


Nosso Grupo no momento de Fazer Arte

Desta vez vamos expor os trabalhos em 
ordem alfabética inversa.

Rosária - Colagem com Fitas, papel, lantejoulas e corações 



Rosangela - Colagem com Fitas, Lantejoulas, Estrelas e Glitter 


Paula - Colagem com Fitas, Cristais, Estrelas e Glitter



Marta - Colagem com Tule, Renda, Tecido, Fita, Cristais e Glitter


Maureen - Colagem com Cordão dourado, flores de tecido, Cristais e Glitter


Grinis - Colagem com Fitas e Glitter



Eliz - Colagem com Fitas, Tecidos,Papel, Cristais, Estrelas e Glitter



Daniela - Colagem com Papel, Fitas e Lantejoulas


Angela - Colagem com Fita, Cristais, Papel, Estrelas e Glitter


Outubro de 2012
Ciclo Eros-Psiquê - Terceira Tarefa
     Nossa vivência artística foi realizada com o elemento água, que era o tema da terceira tarefa. Trabalhamos com lápis de cor e canetinhas aquareláveis. Cada uma pôde expressar livremente seus sentimentos e os ecos do trabalho corporal através deste elemento.

Nosso momento de descontração


Os trabalhos estão expostos em ordem alfabética.

Angela


Bruna


Daniela


Grinis


Marta


Maureen


Paula


Rosangela



 Rosaria



Setembro de 2012
Ciclo Eros-Psiquê - Segunda Tarefa
    Nossa vivência com arte foi realizada com Fogo! Isso mesmo! Este elemento foi o tema da segunda tarefa. A técnica de aquecer o giz de cera na chama da vela, além de muito divertida, envolve vários aspectos que trabalhamos neste encontro, como a espera, o não controlar, o deixar fluir. O resultado foi surpreendente!





Maureen 


Cilene


Rosaria


Daniela


Grinis


Angela


Paula


Agosto de 2012
Ciclo Eros-Psiquê - Primeira Tarefa
     Neste  mês nossa vivência com Arte foi realizada através da Pintura e Colagem com Sementes, visto que o elemento Terra era predominante nesta tarefa.  Vejam que coisas lindas emergiram! Quanta beleza existe dentro de nós esperando para vir ao mundo!

Veja que delícia nosso Pic-Nic Artístico!








Daniela 


Angela



Eliz


Marta


Cilene


Paula

Maureen

Rosangela


Junho de 2012

Ói Pessoar, num é que a quadría tava tão animada qui nóis si isquecemu de tira uns retrato?
Ôceis vão tê qui imaginá cumé qui foi nosso arrasta-pé....


Abril e Maio de 2012




    Nestes meses nossa vivência artística foi com o Canto. Fizemos muitos exercícios de vocalização e  improvisação  para que cada uma descobrisse sua própria voz. Depois formamos um Coro e cantamos muito!  Não foram feitos registros para que a espontaneidade do momento fosse mantida.




Março de 2012
     Nossa vivência com arte foi através da xilogravura feita com matrizes de isopor, aproveitamos para  dar um novo uso àquelas bandejinhas de isopor que trazemos do super-mercado. Num primeiro momento, algumas estranharam a técnica, e pensaram que não tinham jeito para a coisa, mas depois começaram a se soltar e o resultado foi surpreendente!  Como podemos ser criativas se perdermos o medo de experimentar!

      Aqui o conjunto das obras com as placas matrizes ao lado. A beleza desta técnica é que o resultado impresso é sempre uma surpresa.





     A seguir as obras de cada uma das participantes. Vejam que variedade de expressão e criatividade!  
Julia


Dani


Yara


Rosangela


Marli


Lisa


Maureen


Rita


Vanessa


Grinis


Anita


Heloisa


Fevereiro de 2012
     Nosso momento de fazer arte foi um animadíssimo Baile de Carnaval onde todas puderam exercitar a espontaneidade, a brincadeira e a alegria. Vejam como foi divertido!




Novembro de 2011
Nosso momento de fazer arte

     Neste mês trabalhamos com os sons, experimentamos diversos instrumentos musicais e todas as suas possibilidades. Depois cada uma escolheu o que mais lhe agradava e criou uma pequena melodia ou ritmo com ele. Foi uma brincadeira divertidíssima  e descobrimos vários talentos escondidos.


    E a alegria de todas no final... uma mais linda que a outra com os colares que a Cilene fez especialmente para nós.



Outubro de 2011
Nosso momento de fazer arte

      Neste mês trabalhamos com retalhos, fitas, rendas, sianinhas, botões e miçangas.  
     A criação poderia ser feita com colagem sobre papel, costura ou o que a imaginação pedisse.  Vejam que bagunça deliciosa!





Os trabalhos estão em ordem alfabética pelo nome das autoras.

Acácia -  colagem de tecidos, rendas e fitas sobre papel


Cilene - colagem de fitas e tecidos sobre papel


Daniela - colagem com tecidos e fitas sobre papel


Grinis - Colagem de tecidos sobre papel



Haydi - Colagem de tecidos, fitas e miçangas sobre papel




Isabel - Criação de uma forma  tridimensional a partir de costura com com tecidos e  fitas.




Juliana - colagem com tecidos, fitas  e botões sobre papel.


Lisa - colagem de tecidos rendas e fitas sobre papel


Regina - Colagem de tecidos, fitas e miçangas sobre papel.


 
Rosangela - costura de formas com tecido  e colagem sobre papel



Selma - É isso mesmo, uma página em branco. Neste mês a Selma optou por não fazer o trabalho com arte, ela queria apenas ficar com os ecos da vivência corporal e apreciar o trabalho das amigas.  Não fazer  pode ser um grande feito também.



Setembro de 2011
Nosso momento de descontração ao fazer arte




           Nossas borboletas de Origami, lembrando da história de Pupa.
           Vejam como a subjetividade de cada uma aparece nas dobraduras, a técnica é a mesma, mas cada resultado é único. 





Agosto de 2011

     Nosso momento de fazer arte





Os desenhos estão apresentados  em ordem alfabética dos nomes das  autoras.
Carol - "Esta estrela amarela no centro é a luz querendo se expandir e o violeta  representa tudo aquilo que a impede.  No centro há também outras formas coloridas que são coisas boas querendo surgir."

Cilene -  "Imaginei nosso grupo, representando cada uma por uma flor, recebendo esse amor que irradia do centro, representado pela flor maior."

Eliz - "A  palavra mandala  faz surgir em mim a idéia de uma flor. " 


Lisa - "Durante muito tempo eu me sentia como se estivese num casulo e agora sinto que estou pronta para voar".


Rejane -  "A espiral me dá a idéia de ligação com os outros, com tudo e com algo maior. No início imaginei que eu estivesse no centro mas depois percebi que estava aqui  neste canto, a cor verde me dá a idéia de natureza".



Selma - "Imaginei uma espiral com as  coisas mais importantes para mim, a natureza, minhas filhas, minha infância, meus cachorrinhos, a arte do pachtwork, e o espaço para o novo, o que ainda está por vir."

Março e Abril de 2011
   
     Nestes meses, como fizemos vivências com danças, não houve registros para não perdermos a espontaneidade e fluidez do momento. Então compartilho com vocês as lindas imagens que enfeitam nosso espaço.












Fevereiro de 2011
Nosso momento de descontração ao fazer arte.






Selma - Fev/2011 - Desenho com técnica mista
 "Eu quis representar a união  entre a mulher e a árvore. As duas se lançam ao mundo de forma semelhante: os pés bem plantados no solo e os braços subindo em direção ao céu."


Elizabeth Fev/2011 - Desenho com técnica mista
     " Eu quis representar a árvore, com suas raízes profundas, seu tronco sólido e toda a vida que ela abriga com suas flores, frutos e pássaros."


Hilda - Fev/2011 - Desenho com Pastel Seco
     "Eu pensei nas águas, e não apenas naquelas que vemos, mas principalmente nas águas subterrâneas e profundas  que nutrem as raízes das árvores."


Grinis - Fev/2011 - Desenho com Pastel Seco
"Este desenho me lembra um quadro que pintei em que uma mulher tentava trazer outra mulher à superfície. Mas ele também está relacionado ao trabalho corporal que fizemos: o triângulo da base e a vivência da espiral bem presente. "


Mônica - Fev/2011 - Desenho com Neo Color Aquarelável
"A imagem da árvore ficou muito forte. Suas raízes envolvem a terra  e vão além, como se fossem para o centro do universo, e a copa se projeta em direção ao infinito."




Elizabeth Nov/10 - Colagem e técnica mista
" Estes quatro encontros  que participei foram muito importantes para mim, para minha busca, e  tentei representar isso através desta varanda, que tem as coisas que eu gosto, como flores, conchinhas e sementes. Esta porta permite que eu vá tanto para dentro quanto para fora."


Juliana Nov/10 -  Colagem  e técnica mista.
"Eu imaginei uma historinha, dois peixinhos se encontrando no fundo do mar, e eles se completam. Eles  poderiam ser eu e meu marido. "  



Paula Nov/10 - Colagem
"Eu estou  pensando em mudar várias coisas e quero começar por meu apartamento. Sua decoração tem muito marrom e eu quero colocar outras cores como o azul, que é minha cor preferida."



Maria José Nov/10 - Colagem e técnica mista
"Em imaginei o vento agitando as cortinas, com as flores e sementes  flutuando livremente. No início havia um retângulo delimitado, mas depois fui expandindo seus limites. Gostei muito de experimentar o pastel seco."





Rosangela Nov/10 - Colagem e técnica mista
"Quando eu cheguei estava me sentindo tão cansada que não conseguia nem sorrir. Depois, fui relaxando e me sentindo muito mais leve. Quis representar isso através de uma praia, com flores, o mar e o sol. E esta figura que sou eu, com um fardo nas costas e depois esse fardo sai e fico leve."




 Elizabeth - Out/2010 -  Aquarela sobre papel Montval 300
"Tentei representar as cenas mais marcantes da história para mim, especialmente  o momento em que a mulher se ilumina." 




Bia - Out/2010 - Aquarela sobre papel Montval 300
"Como nunca tinha experimentado pintar com aquarela, deixei que o pincel  e as tintas me ensinassem. Fui explorando as possibilidades, tentando fazer os caminhos do coração."




Eliz - Set/2010 - Escultura em terracota
"Após o trabalho de hoje senti como  se  tivesse descoberto uma fonte em mim e quis representá-la na escultura, tentando fazer um chafariz.  Mas,  olhando agora, percebo que também poderia ser um altar."




Rosângela - Set/2010 - Escultura em terracota
"Sinto como se antes  eu estivesse fechada como uma concha, e agora estou me abrindo, prestando atenção e valorizando coisas que nem notava, representadas aqui por estas delicadas florzinhas."



Elenice - Set/2010 - Escultura em terracota
"Senti como se estivesse diante de um portal, de um templo.  Durante o trabalho a experiência da luz foi muito forte e tentei representá-la por esse sol no topo , a lua e as estrelas."



Elizabeth - Ago/2010 - Pastel seco e oleoso sobre papel
"Durante nosso encontro de hoje senti que algo em mim desabrochava e tentei passar isso para o papel."

                                                     

17 comentários:

  1. Cris,
    Adorei ver publicadas minhas experiências, retomei meus sentimentos vividos nos encontros.
    Gostei muito também de ver outros trabalhos, "emergidos" dos corações e mentes...
    Grata pela oportunidade de fazer parte deste seu trabalho tão rico e incentivador!
    Forte e carinhoso abraço!
    Eliz

    ResponderExcluir
  2. Cris,
    Adorei a experiência e quero continuar com nossos encontros.
    Tenho certeza que pela troca de carinho e experiências, depois do encontro, conquistamos "o e um pedacinho" bom de cada uma das presentes. E isso sempre nos ajuda a ver o mundo como "mulheres melhores".
    Você é incrível. Parabéns.
    Beijos.
    Paula Broisler

    ResponderExcluir
  3. Minhas queridas Paula e Eliz,

    Fiquei emocionada com seus comentários no blog, muito obrigada!

    Saber que estes encontros podem fazer diferença e contribuir para que possamos ter um cuidado mais amoroso com nossa existência é o que me alimenta e dá sentido para todo este trabalho.

    Vocês são realmente especiais.
    Um grande abraço com muito carinho
    Cris

    ResponderExcluir
  4. Que trabalho lindo... Arte e clínica juntas, um feliz encontro. JACI

    ResponderExcluir
  5. Olá Jacirema!

    Muito Obrigada por sua visita!
    Fico feliz que tenha gostado de nosso trabalho.
    Quando quiser nos visitar, será bem vinda!
    Um abraço
    Cristiane

    ResponderExcluir
  6. Cris!

    Quanta sensibilidade nestes encontros! Amei os trabalhos do mês de fevereiro, mas um alô especial à Selma... fiquei fascinada por sua mulher-árvore!

    gde bj

    ResponderExcluir
  7. Oi minha querida Xará!

    Que bom receber sua visita e saber que gostou. Este encontro de fevereiro realmente foi muito especial e superou minhas expectativas. Vou transmitir seu elogio a todas.
    Bjs
    Se um dia você quiser aparecer, será um prazer.

    ResponderExcluir
  8. parabéns a todas. boas vibrações...

    ResponderExcluir
  9. Olá Edson!

    Obrigada por sua visita, ficamos felizes por apreciar nosso trabalho.

    ResponderExcluir
  10. Pessoal, a Angela pediu para eu postar seus comentários, pois ela não conseguiu:

    Mais uma vez, agradeço por ter sido tão bem acolhida pelo grupo!

    Adorei o encontro! Foi uma experiência incrível, que lembro diáriamente.

    A estória contada pela Dra. Cristiane, o trabalho corporal e a arte foram tão bem elaborados que nem percebi o tempo passar....

    Um grande abraço para todas!

    Angela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Angela querida,

      Eu acredito que nada é por acaso. Você já estava em sintonia conosco mesmo antes de vir ao encontro.
      Sem saber do que falaríamos você trouxe as sementes da primeira tarefa de Psiquê! Que aliás, estavam deliciosas!
      Cada uma, com suas características, tem muito a oferecer. Isto faz com que a troca seja rica.
      Espero que possamos fazer um lindo trabalho juntas.

      Abraço a você e a todas do grupo
      Cris

      Excluir
  11. Impressionante...só da "fera" nesse grupo!
    Interessante...é notar a beleza da alma de cada uma participante!
    Dei um passeio maravilhoso,me encantando com cada detalhe.
    PARABÉNSSSSSSSSS...estou aplaudindo de pé,devem escutar minhas palmas,não é????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Crista, todas ficarão muito felizes com seu carinho!
      Bjs

      Excluir
  12. Cris, belas mulheres, e lindo trabalho.
    Qta energia bonita, eu amei!
    Qual delas é vc flor?
    Beijinhos.

    Flores e Luz.

    ResponderExcluir
  13. Qua coisas lindas e profundas...gostaria muito de ter acesso a um grupo destes...adorei

    ResponderExcluir
  14. Que coisas lindas e profundas...gostaria muito de ter acesso a um grupo destes...adorei

    ResponderExcluir
  15. Bom dia!
    Ah se morasse aí, participaria sempre desses momentos tão importantes.
    Parabéns pelo lindo trabalho!
    Mariângela

    ResponderExcluir